sábado, 17 de junho de 2017

Ceará empata com Luverdense e sai de campo vaiado mais uma vez

O Ceará voltou a decepcionar o seu torcedor atuando em casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, no Castelão, depois de sair na frente do Luverdense, gol de Rafael Carioca no primeiro tempo, o time cedeu o empate em 1 a 1 na segunda etapa - tento marcado por Leo Cereja - e perdeu mais dois pontos como mandante. Com 11 pontos na tabela, a equipe aguarda os resultados dos seis jogos deste sábado para saber em que posição terminará a oitava rodada da competição.

Minutos antes da partida começar o técnico Givanildo Oliveira dizia que o objetivo era atuar bem e esquecer o segundo tempo da derrota para o Santa Cruz por 3 a 1, terça-feira passada. O recado não adiantou muito. O elenco voltou a atuar mal nos trinta minutos finais e irritou os cerca de quatro mil presentes no estádio que, de novo, não tiveram outra alternativa a não ser a vaia.

Logo nos primeiros minutos de partida ficou nítido que o Ceará teria mais posse de bola e iniciativa ofensiva. Foi assim que Magno Alves finalizou duas vezes sem perigo. O gol, entretanto, não demorou a sair e começou nos pés de Roberto, o jogador mais lúcido do ataque alvinegro na Série B. Ele avançou em velocidade pela direita e cruzou para Magno Alves. O atacante ajeitou com o peito, a bola bateu na canela do zagueiro Moacir, do Luverdense, e sobrou para Rafael Carioca, esperto, tocar para abrir o placar. Foi o segundo tento do lateral, que está jogando como ponta esquerda, na Série B.

Após a vantagem, o Ceará optou por tocar a bola, mas sem profundidade e objetividade. O resultado foi que o Luverdense passou a ter mais presença de área, mas todas as cinco finalizações tentadas não levaram perigo.

O Ceará voltou melhor para o segundo tempo. Até os 15 minutos a equipe criou três chances boas para ampliar, mas Pedro Ken, Roberto e Valdo não foram felizes nas tentativas. O Luverdense, já com Marcos Aurélio e Alaor em campo, cresceu. Atuando muito mais no seu campo ofensivo e tendo mais a bola, aproveitou a queda e a desorganização do Alvinegro e passou a criar boas oportunidades. Restando 20 minutos, Givanildo trocou Magno Alves e Jackson Caucaia por Arthur e Pio. As tentativas não deram qualquer resultado, inclusive porque o time de Lucas de Rio Verde-MT empatou com belo gol de Leo Cereja, que fez o que quis ganhando a jogada de Tiago Cametá, aos 31 minutos.

Nos momentos finais da partida, foi o Luverdense que ficou mais perto da vitória, especialmente numa cabeçada de William, que por pouco não venceu o goleiro Everson.

Na próxima terça-feira o Ceará encara o Vila Nova, em Goiânia, às 21h30min. Na zona de rebaixamento, o Luverdense visita o Figueirense, no mesmo dia.

O Povo

0 comentários:

Postar um comentário